Clique para classificar o artigo

Salineras de Maras

O passeio pelo Vale Sagrado dos Incas, é uma parte essencial na sua exploração por isso que foi o território dos Incas, no Peru. De fato, enquanto percorre o vale, você vai desfrutar de vistas deslumbrantes e encontrará muitos recintos arqueológicos; se bem que não é puramente um passeio turístico, não pode passar por alto a visita às fascinantes e antigas minas de sal, conhecidas como as Salineras de Maras; são milhares de pequenas piscinas escavadas na encosta de uma montanha; estas se enchem de água salgada que se evapora deixando para trás o sal. Ao longe e, dependendo da hora do dia, milhares de terraços brancas as Salineras de Maras, mostram tonalidades incríveis que foram captadas pelos melhores lentes de amantes da fotografia de todo o mundo.

Salineras de Maras
Salineras de Maras

Onde estão as Salineras de Maras?

As milhares de piscinas rasas, cheias de água salgada, estão encravadas na encosta da Montanha Qaqawiñay a 3,380 m. de altura, a 46 km da cidade de Cusco, no Vale do rio Urubamba. As 3,000 piscinas são alimentadas por um manancial subterrâneo hipersalino que se originou há 110 milhões de anos, durante a formação das montanhas da cordilheira dos Andes (Orogenia Andina).

As salineras (minas de sal) de Maras

Sem dúvida é muito bom desporto ir lá e comprar algumas sais com sabor e outras lembranças (muito caros), mas, após chegar em casa e ir ao supermercado por uma bolsa dessa sal marinha francesa, sem sequer olhar para o preço. As Salineras de Maras pode comprar “sal natural de cor-de-rosa”; ela obtém sua bela cor dos elementos naturais da água do manancial, incluindo magnésio, cálcio, potássio e silício; e se não sabia, só há 4 lugares no mundo onde se pode extrair o sal cor-de-rosa e Maras é um deles. Outra das coisas interessantes de as Salineras de Maras, é que você pode pegar seu próprio punhado de sal ou comprar uma bolsa, garrafa ou lata na loja de presentes Maras.

Como funcionam as Salineras de Maras?

Depois que as milhares de piscinas rasas são cheios com água salgada (quente) proveniente do subsolo, o manante é bloqueado durante alguns dias; o sol intenso faz com que a água evapore, deixando cristais de sal pura, que depois é “colhida” com um pedaço de madeira com o qual se vai raspando o sal, que é colocado em pequenos cestos para retirar o excesso da água. Ao final desses dias, se volta para abrir a passagem de água e o processo se repete.

Você paga para entrar nas salinas de Maras?

Você pode acessar as Salineras de Maras pagando 7 soles (US$ 2); o site não precisa de nenhum bilhete como muitos outros sítios arqueológicos de Cusco. Tenha em conta que em Maras não poderá pagar com seu cartão de crédito, dólares americanos, euros ou qualquer outra moeda.

Salineras Maras
Pobladora a trabalhar nas Salinas

Recomendações

A maioria das pessoas que chegam a Cusco para visitar Machu Picchu, tomam um tempo para conhecer e fotografar as Salineras de Maras; é mais, todos devem chegar ao vilarejo colonial de Maras, famoso por seus espiões no tempo dos Incas. A melhor maneira de conhecer as Salineras de Maras é um tour organizado pelo Vale Sagrado dos Incas; se você quiser mais informações sobre este passeio ou sobre a viagem, os bilhetes de ingresso a Machu Picchu, entre em contato conosco através de info@ingressomachupicchu.com.

 

Conselhos de pessoas que estiveram lá

Salineras de Maras

Jenny LPor: Jenny L

“Lugar único“

“O sal cor-de-rosa é extraído somente de 4 lugares no mundo e um é Maras, as mais de 3.000 fossas são feitas pelas famílias do povo. Vi famílias numerosas que extraíam sal de até 10 poços vez, eles recolhem e vendem o seu produto, mas você também pode pegar o seu próprio sal.“


 

Por Ticket Machu Picchu – Ultima atualização, 30-05-2017

 


 

 

Chat now